Leucemia

Tire suas dúvidas

O que é? 

 
A leucemia está entre os dez tipos de câncer mais comuns em todo o mundo, com cerca de 257 mil novos casos por ano¹. Em crianças, é o tipo mais frequente, com mais de 12 mil novos casos ao ano. A principal característica da doença é o acúmulo de células malignas na medula óssea, que substituem as células sanguíneas saudáveis¹.
 
A leucemia é classificada como aguda ou crônica de acordo com a velocidade de crescimento das células doentes assim como de sua funcionalidade². A leucemia aguda progride rapidamente, enquanto que a leucemia crônica progride lentamente, em geral. 
 
A leucemia também é classificada a partir do tipo de célula do sangue que está doente². Um tipo é chamado de “mielóide” e o outro tipo de “linfoide”²
 
Sendo assim, os quatro principais tipos de leucemia são: 
 
- Leucemia mieloide aguda (LMA)
- Leucemia mieloide crônica (LMC)
- Leucemia linfoide aguda (LLA)
- Leucemia linfoide crônica (LLC) 
 

Fatores de risco

 
As causas da leucemia ainda não são bem estabelecidas, mas alguns fatores estão relacionados com o seu desenvolvimento¹. Desses, poucos são possíveis de serem evitados, como o hábito de fumar e a exposição a substâncias¹. Alguns fatores de risco:

 

- Tabagismo¹; 
- Alta exposição à radiação¹; 
- Alta exposição ao formol e ao benzeno¹; 
- Exposição a agrotóxicos¹; 
- Síndrome de Down¹; 
- Infecção por hepatite B e C¹;
- Histórico familiar da doença¹;
- Idade avançada, com exceção da leucemia linfóide aguda, mais comum em crianças¹.
 

Sinais e sintomas

 
Os sintomas da doença podem variar, de acordo com o tipo de leucemia, mas existem alguns sinais comuns que os pacientes apresentam³. São eles:

 

- Febre ou calafrios³; 
- Fadiga e fraqueza persistentes³;
- Infecções frequentes ou graves³;
- Perda de peso sem motivo aparente³;
- Nódulos linfáticos inchados³;
- Desconforto abdominal, provocado pelo inchaço do fígado ou do baço³;
- Hemorragias ou hematomas recorrentes³;
- Pequenas manchas vermelhas na pele³;
- Suor excessivo, principalmente à noite³;
- Dores nos ossos e nas articulações³.
 
 

 Tratamento

 
O tratamento da leucemia tem como objetivo destruir as células cancerígenas para que a medula óssea volte a produzir células saudáveis¹. A duração e tipo de tratamento varia de acordo com as especificidades do câncer¹. 
No caso da leucemia linfoide crônica, por exemplo, nem todos os pacientes precisam iniciar o tratamento imediatamente, pois este tem base nos sintomas da doença, nos resultados dos testes e na fase do câncer em que o paciente se encontra³.
Sendo assim, o tratamento da leucemia é um processo que depende de vários fatores³. Seu médico irá determinar as melhores opções de tratamento com base em sua idade e saúde geral, do tipo de leucemia que você possui e se a doença está em outras partes do corpo³. 
Os tratamentos mais usuais são quimioterapia, imunoterapia, terapia alvo, radioterapia e transplante de medula óssea. 




Referências:
 
1 - Pfizer - https://www.pfizer.com.br/sua-saude/oncologia/leucemia - acessado em novembro de 2020
2 - Abrale - https://www.abrale.org.br/doencas/leucemia/ - acessado em novembro de 2020
3 - Roche - https://www.roche.com.br/pt/farmaceutica/areas_terapeuticas/hematologia/linfoma-e-leucemia/principais-aspectos-da-leucemia.html - acessado em novembro de 2020

Depoimentos

Conte sua história

“Me chamo Jean Louiz, tenho 37 anos, morador da cidade de Criciúma SC e portador de L.M.A “leucemia mielóide aguda”. Dia 15 de julho de 2019, fui ao hospital pois estava há 60 dias * alguns sintomas que só aumentavam, estava me sentindo muito fraco, tontura, vomito, enjoos e uma falta de vontade de qualquer coisa. Nesse dia como já não suportava mais os sintomas fui ao hsp, em menos de 24h já estava fazendo quimioterapia, já tinha recebido 17 bolsas de plaquetas, 2 de hemácias e também já tính”

Jean louiz leucemia mieloide aguda

Sites de interesse

 

Aqui você encontra ainda mais conteúdo sobre leucemias: 

 

Abrale - https://www.abrale.org.br

 

@projetocamaleao

Acreditamos que o câncer pode ser uma sentença de vida!